Produtos

Trabalhamos com as melhores marcas de cervejas artesanais e chopes do mercado. Conheça as principais marcas e rótulos premiados que representamos em todo o Litoral Paulista.

Trabalhamos com as melhores marcas de cervejas artesanais e chopes do mercado. Confira as 19 cervejarias que representamos:


SONY DSC

Avós  Inspiradas nas memórias da infância a cervejaria criou uma homenagem àquelas que nos proporcionam essas doces experiências: as avós. A marca paulistana já produziu alguns rótulos, com fusões de estilos, criando IPL (Vó Maria) e Double IPL (Vó Joaquina). A mais recente, Véia Láctea é uma Sour, com framboesa e mirtilo. Outro lançamento foi a IPL a Véia Viaja, que ganhou nova receita após viagem do criador da receita aos EUA. Toda a linha é disponível em garrafas ou latas e chope.


barco.00_jpeg_srzBarco Brewers – Popularizar a diversidade cervejeira é a missão da Barco Brewers, que nasceu em Porto Alegre-RS e hoje é fabricada em Forquilhinha-SC. Medalhista em com rótulos diversificados como as Brazilian IPAs — manga e goiaba — e a Thai Weiss — trigo com gengibre — a cervejaria quer mostrar ao público geral o que é cerveja de verdade, por isso alia qualidade a um preço competitivo.


 

bersibierBersi Bier Inspirada no autêntico conceito de produção artesanal, a Bersi Bier é uma cervejaria fundada em 2016, em Jundiaí – SP.  Além de utilizar ingredientes especialmente selecionados, a cervejaria agrega aromas deliciosos, sabores inconfundíveis e o mais puro frescor. Conta com três rótulos principais nos estilos American IPA (Hop Fellas), APA (Cadillac – foto) e Belgian Strong Golden Ale (Volúpia). Todos os itens estão disponíveis em chope e garrafa.


CAPITUS-310MLCapitu – Sediada na capital paulista, a cervejaria é detentora do rótulo Diadorim, sem glúten. A base de mandioquinha, a bebida é medalha de Ouro na categoria Gluten Free e recentemente recebeu a Medalha de Prata na categoria Belgian Saison das américas. Além da Diadorim, conta com estilos: modern tropical IPA (MacunaIPA), amber ale e ale (Tited Burn). Recentemente lançou uma nova sem glúten, uma hop lager, com biomassa de banana verde, que já nasceu campeã no estilo, durante o Festival Brasileiro de Blumenau de 2018.


Cigana

Cigana – Revelando sabores, a cervejaria Cigana, de Jaboticabal, produz rótulos com cor, aroma, e sabores diferentes. Seus rótulos são inspirados na cultura Cigana com seus mistérios, lendas e tradições. Atualmente conta com a produção das seguintes cervejas: Weiss, A Chave; American Blonde Ale, O Trevo; American Stout, O Pentagrama; American IPA, O Punhal; Imperial Stout, A Coroa; e  American Pale Ale, A Coruja, que recentemente levou a medalha de bronze no Festival Brasileiro de Blumenau 2018.  O espaço ainda conta com uma cozinha de 2 mil litros, e com 5 tanques fermentadores com capacidade de 2 mil litros cada. Lá além das cervejas Croma e Satélite é produzido o pilsen L-atitude Beer.


corujaCoruja – A cerveja Coruja é totalmente diferenciada, do frasco ao sabor. Assim como os bons apreciadores de cerveja, as corujas têm um comportamento noturno e são frequentemente ligadas à sabedoria. É daí que vem o nome dessa linha de cerveja brasileira fundada em 2004, na cidade de Porto Alegre-RS. A primeira obra, Coruja Viva é uma lager não-pasteurizada, envasada em uma garrafa vintage de 1 litro, famosa até os dias atuais.


 

 

Croma BeerCroma Beer – Cervejaria nova, com sabores inovadores e cervejas não pasteurizadas, que iniciou a produção em fevereiro de 2017. Sediada em São Paulo, detém cinco rótulos, com destaque para a Sunshine, a Juicy IPA mais famosa da cervejaria. Seu mais recente lançamento foi a Pipeline (foto), uma Juicy APA, refrescante e encorpada, com adição de aveia e aroma bastante cítrico. “Não deixe para amanhã o que você pode tomar hoje”.


 

SONY DSC

Dádiva Sediada em Várzea Paulista-SP, a Cervejaria Dádiva se destaca por rótulos inusitados, sempre acompanhando as novidades do mercado. O espaço também abriga cervejarias ciganas para a produção de diversas receitas. Entre os rótulos, destaque para a berliner weisser, Pink Lemonade e a berley wine, Status Quo. Também as colaborativas, Sourdade, com a portuguesa PostScriptum e a Two Bridges (foto), com a australiana Stockade Brew. A cervejaria costuma promover, em média, dois lançamentos por mês diversos, com inovações constantes.


Doktor-Brau_logo_FINAL
Doktor Bräu –  Cervejaria que nasceu da união de mestres cervejeiros, médicos e farmacêuticos, resultando na produção de cervejas artesanais com características diferenciadas. Muitas vezes chamados de loucos, por se dedicarem à produção de suas próprias invenções cervejeiras, os criadores inovaram nas receitas e nos ingredientes e produziram cervejas surpreendentes.

 


dsc09707.jpgEverBrew Primeira cervejaria de Santos-SP a ganhar uma medalha no Festival Brasileiro da Cerveja, a EverBrew, voltou a ser medalhista em 2018 com dois rótulos. Destaca-se por suas latas criativas e receitas diferenciadas, bastante lupuladas, porém com sabor equilibrado. Entre elas, a Imperial New England Ipa, Evermass, e a berliner weisse, Soul Sour (foto). A cervejaria costuma lançar constantemente uma série de novidades, sempre com receitas ousadas e bastante saborosas.


hatorHator – Fundada em outubro de 2017, a cervejaria paulistana se destaca por receitas ousadas e cheias de sabores. A inspiração vem de histórias egípcias, afinal no antigo Egito, a cerveja era parte da dieta cotidiana dos faraós e muitas vezes, era prescrita para tratar várias doenças. O Hator — deusa do Egito antigo — também remete a esta relação. Entre os rótulos feitos, destaque para Hokkaido SorachIPA (American IPA); New Oasis (New England Session IPA); Ramsés III (New England Sour Juicy).

 


SONY DSC

Mafiosa – Cinéfilos, os rótulos desta cervejaria, sediada em Valinhos-SP, sempre são criados em homenagem a algum filme, personagem, ou até algum detalhe de grandes obras da sétima arte, geralmente filmes ligados, direta ou indiretamente, ao tema “Máfia”. Destaque para a  lager LawLess e a american whet, A Noiva. Ambas premiadas com medalha de ouro na Copa Cervezas de America. Recentemente com o rótulo Conciglieri, recebeu o prêmio de melhor double IPA do Brasil. Também lançou, uma lager com melancia, a Rigoletto (foto).


providenciaProvidência – Sediada em Cascavél-PR, esta tradicional cervejaria foi criada em 1901 pelo imigrante sueco Ernesto Bengtsson que à época fundou a Ernesto Bengtsson & Cia. – Cervejaria Providência.  Foi a primeira do sul do Brasil a exportar seus produtos para países da América do Sul. Em agosto de 2008 inciou um novo empreendimento no ramo de Micro Cervejarias e por conta disto, teve que adotar um novo nome que veio de uma forma simples e inusitada. Enquanto muitos nomes eram cogitados, foi pedido para o responsável uma busca pelo registro desses nomes. Qual foi a resposta? “Pode deixar que vou tomar providência”. Tomar Providência? Estava batizada assim a cervejaria. Detentora de diversos prêmios e medalhas, conta receitas tradicionais e a linha inglesa, com trocadilhos com cobras: JararaPA, SucurIPA, e Cascahell. Também tem rótulos colaborativos, com a também paranaense Bodebrown e cervejarias internacionais.


saintSaint Bier – Produzida pela Cervejaria Santa Catarina — que também é responsável pelas cervejas Coruja e Barco — a Saint Bier é conhecida pela qualidade e pela inovação, já que busca a perfeição na arte da fabricação de cervejas. A empresa comemora a boa aceitação no mercado e o alcance de um dos grandes objetivos: despertar o consumidor para os novos paladares de cerveja gourmet.


satéliteSatélite – Com rótulos de outro planeta, a cervejaria Satélite, fundada em 2015, se destaca pela qualidade de suas produções, resultado do trabalho dos sócio-fundadores, o cervejeiro Marcos Andre Lopes e a microbiologista Amanda Sá. A primeira criação da dupla, a American Amber Ale batizada de AAA Hop Power, foi vencedora da medalha de ouro na South Beer Cup e da medalha de prata no Concurso Brasileiro da Cerveja em 2016. Produzida em Jaboticabal, conta com um portifólio extenso. Recentemente foi premiado com três medalhas de ouro no Mondial de La Biere 2018, com as receitas: CryoSAT P.01 (juicy IPA com cryohops), Psicose Espacial —  colaborativa com a Doktor Bräu (juicy IPA com graviola) e MelonSat (juicy IPA com melão).


schornsteinSchornstein Nascida em Pomerode-SC, em 2006, a cidade mais alemã do Brasil, a cervejaria Schornstein resgata o talento natural para fabricar cerveja trazido pelos primeiros imigrantes alemães que se estabeleceram no Vale Europeu, em Santa Catarina. Por isso, trata esse líquido precioso com a paixão que ele merece, sendo que na produção de todas as suas cervejas utiliza-se apenas malte, lúpulo, fermento e água. Sua fábrica está localizada no antigo Mercado Weege. Ao lado da fábrica, o prédio que deu início à cervejaria abriga atualmente o Schornstein Kneipe – Bar Oficial – que se destaca por uma imponente chaminé de 30 metros de altura feita de tijolos maciços artesanais. Daí vem a origem do nome Schornstein, que, em alemão, significa chaminé.


suricato

Suricato Ales – A cervejaria gaúcha, de Porto Alegre-RS, nasceu do sonho de produzir cervejas diferentes, explorar estilos, sabores e aromas. Desafiar-se constantemente sem medo de experimentar. Entregar qualidade e inovação em forma de cerveja e lembrar a todos, sempre, que é fora do centro. Conhecida por NE IPAs saborosas e diferentes estilos de Sour, com Berliner Weisses ácidas e exclusivamente surpreendentes.


trezeTreze – Com o lema “cervejas desequilibradas para pessoas desequilibradas”, a cervejaria paulistana Treze, conta com rótulos extravagantes, com sabores marcantes. Entre os itens, as sour inspiradas em drinks, como a Margarita Sour — baseada no drink mexicano — e a Caipirinha Sour — remetendo ao famoso drink brasileiro. Também conta com rótulos de estilos ousados como a Berlim/SP, uma roggenbier (estilo alemão com malte de centeio), envelhecida em madeira de jaqueira, usada na produção de cachaça brasileira.


van beenVan Been – A cerveja holandesa, de influência belga, nascida no Brasil, surgiu da paixão por cervejas belgas e pelas histórias de uma família desbravadora da Holanda. Conta com dois rótulos. Happy Blond — uma blonde ale dourada, com lúpulos ingleses e alemães — e Pieter de Zeeman — uma IPA que contém levedura belga trapista, apresentando notas intensamente frutadas, corpo médio alto, de amargor equilibrado e aroma tropical.

%d blogueiros gostam disto: