Notícias

Segunda edição do Terça Beer será sobre cervejas sour

Estilo de cerveja é conhecido por ter paladar agressivo e acidez refrescante

A distribuidora de cervejas artesanais e especiais L-atitude Beer em parceria com o restaurante Dona Fulô promove nesta terça-feira, dia 17, a partir das 19 horas, a segunda edição do Beer Talk & Taste, um encontro de amantes e curiosos por cervejas artesanais. O evento ocorre no restaurante, que fica na Rua Petrópolis, 81, no Centro, Guarujá-SP. Durante o evento semanal, serão trazidos rótulos diferentes e um chope surpresa para degustação orientada. Tudo isso, harmonizado com petiscos saborosos.

O assunto desta vez é o estilo de cerveja sour. Para harmonizar com a degustação será servido o “pote do mar”, com Meca e outros frutos do mar salteados. O prato custa R$ 30,00.

As cervejas do estilo sour definitivamente não são para iniciantes. Caracterizadas por sabores ácidos e até mesmo azedos, são originadas de uma maneira mais selvagem de produzir cerveja e acabam por se confundir com a história da bebida, pois lembram as primeiras produções com fermentação espontânea de leveduras selvagens e em tanques abertos. Este processo trazia sabores e aromas de gosto duvidoso, como couro, suor e até mesmo feno, ou estábulo.

Mas, não é só de experiencias estranhas que vivem as sours. Estas cervejas também podem ser extremamenterefrescantes e frutadas. Uma prova disso é o movimento nacional chamado Catharina Sour, estilo definido pelos cervejeiros de Santa Catarina, estado que congrega a maior parte das cervejarias nacionais. São bebidas a base de trigo, com uma acidez láctica limpa, adição de frutas e um nível alto de carbonatação. Neste caso, a adição de frutas apoia a acidez de forma mais natural e restringe alguns aromas, que podem assustar os mais iniciantes.

FAMÍLIA SOUR

GOSE – As cervejas Gose são um estilo muito antigo que havia quase desaparecido, tendo sido produzido durante séculos em pequenas quantidades, com receitas familiares passadas de geração em geração. São tradicionais da região de Leipzieg, cidade alemã onde as fontes de água são bastante salobras, o que deixa a cerveja um pouco salgada.

Um exemplo de Gose atual é a cerveja Noiva II da Mafiosa, com adição de sal e maracujá.

BERLINER WEISSE – Consideradas o Champanhe do Norte por Napoleão Bonaparte, as Berliner Weisse são cervejas de trigo que recebem adição de lactobacilos antes de sua fermentação. Quando as tropas de Napoleão invadiram Berlim e se depararam com um cenário onde a produção de vinho era escassa, a alternativa encontrada pelo seu exército para suprir as suas necessidades etílicas foi se entregar às cervejas locais. Como as Berliner Weisse eram as mais produzidas na região, elas eram as mais disponíveis para o consumo. Porém, seu sabor ácido não agradava a todos e para aliviar um pouco a acidez, muitos começaram a adicionar xaropes de frutas e ervas, o que acontece até hoje.

Um exemplo atual de uma Berliner Weisser é a dupla Pink Lemonade e Yellow Tart da cervejaria Dádiva e a Soul Sour da cervejaria Everbrew, com morango, framboesa e amora.

Para participar do evento, não é necessário cadastrar-se, tampouco agendar previamente. Basta vir ao Dona Fulô e aproveitar a Terça Beer Talk & Taste. Informações pelo WhatsApp (13) 99657-0120.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: